Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em Investimentos

Mercado reduz pela nona semana seguida a projeção de inflação em 2011

O Relatório do Mercado – Focus, divulgado hoje (04/07), pelo Banco Central do Brasil informa que, pela segunda semana seguida os economistas do mercado financeiro reduziram sua estimativa para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, tanto de 2011 como para 2012. O mercado projeta uma redução do índice oficial de inflação de 6,16% para 6,15%, neste ano.

Para 2012, os analistas do mercado financeiro projetam redução para o IPCA, passando de 5,15% para 5,10%.

Regime de Metas para Inflação

A partir de junho de 1999 o Banco Central do Brasil adotou o regime de metas para inflação. Nesse regime, cabe ao BC conduzir a política monetária de forma a cumprir a meta de inflação determinada pelo CMN – Conselho Monetário Nacional para os dois anos subsequentes.

Para 2011, 2012 e 2013, a meta central de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Deste modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.

Juros
Mesmo com a elevação da taxa básica de juros, Selic, em junho, para 12,25% ao ano, o mercado financeiro manteve a projeção para a Selic em 12,50%. A manutenção da expectativa em relação a taxa de juros neste patamar, significa  que os economistas dos bancos esperam mais uma elevação 0,25 ponto percentual nos juros na reunião do Copom que acontece nos dias 19 e 20 de julho.  Para o fim de 2012, os analistas do mercado subiram a estimativa dos juros básicos de 12,25% para 12,50% ao ano. Desta forma, projetam manutenção da taxa básica de juros para o próximo ano.

Taxa de cambio e PIB

Por mais uma semana o mercado financeiro reduziu, a estimativa em relação ao crescimento da economia medido pelo PIB – Produto Interno Bruto de 2011 de 3,95% para 3,94%. Para 2012, o mercado estima, estabilidade para o crescimento da economia brasileira, que permanece em 4,10%.

A projeção do mercado financeiro, na edição desta semana do Focus,  para a taxa de câmbio em 2011 permaneceu em R$ 1,60 por dólar. Para o encerramento de 2012, a expectativa do mercado financeiro para a taxa de câmbio caiu de R$ 1,70 para R$ 1,69 por dólar.

Balanço de pagamento e IED

Os analistas dos bancos estimam que a balança comercial brasileira apresente uma redução em seu superávit em 2011 de US$ 20,00 bilhões, contra US$ 20,05 bilhões esperado na semana anterior.

Banco Central informou através do Boletim Focus, que os economistas do mercado financeiro mantiveram inalterada sua estimativa para o saldo da balança comercial em US$ 10,10 bilhões.

No caso dos IED – Investimentos Estrangeiros Diretos, a estimativa do mercado financeiro para a entrada de recursos em 2011 subiu de US$ 51,85 bilhões para US$ 52 bilhões. Para 2012, a expectativa dos analistas é de queda na entrada de investimentos estrangeiros no Brasil,  de US$ 46 bilhões para US$ 45 bilhões.

Autor: Manoel Junior

Deixe um Comentário

Repetir o Post