Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

NTN-B mais longas apresentam performance positiva em maio

A performance, em maio, da carteira das NTN-B acima de 5 anos marcadas a mercado indica uma melhora expressiva da percepção de valorização desses ativos por parte dos agentes do mercado. O IMA-B 5+, que reflete a trajetória desses títulos, apresentou alta de 2,69% no mês até o dia 19. No mesmo período, por sua vez, o IMA-B 5, que reflete a carteira das NTN-B até 5 anos, também apresentou uma valorização, porém em menor magnitude, na ordem de 0,64 %.

Se essa tendência se mantiver até o final de maio, será a primeira vez em 2011 que a rentabilidade mensal da carteira de longo prazo das NTN-B, medida pelo IMA-B 5+, superará a trajetória do IMA-B 5 (veja gráfico). Esse movimento ao longo do mês é resultado das mudanças, nas últimas semanas, das expectativas dos agentes no tocante à trajetória da inflação futura.

Até o mês de abril, a trajetória da inflação corrente, conjugada com possíveis mudanças na forma de condução da política monetária, causou uma deterioração nas expectativas de inflação dos agentes de mercado. Ainda que os juros nominais tenham também subido no mesmo período, a percepção de boa parte desses agentes era de que os juros reais estariam caindo, principalmente no curto e médio prazos.

Essa mesma dinâmica era observada na precificação dos papéis mais longos, as NTN-B acima de 5 anos, porém com menor intensidade. Isso porque havia a indicação do próprio governo de que o processo de convergência da inflação para o centro da meta ocorreria no longo prazo, sinalizando uma inflação mais alta, porém menor do que a esperada pelo mercado no curto prazo.

A redução das expectativas inflacionárias ao longo do mês de maio (veja gráfico) desencadeou um movimento de correção desses ativos e provavelmente devolveu eventuais aumentos do prêmio de incerteza que estariam concentrados nos títulos mais longos, elevando os preços desses títulos. A trajetória do IMA-B 5+ em maio reflete de forma clara todo esse movimento.

Fonte: Anbima

Fonte: Banco Central

Com relação aos índices de preços, vale destacar ainda a divulgação da segunda prévia do IGP-M de maio, que acusou variação de 0,66% no período. Desta forma, o Comitê de Acompanhamento Macroeconômico da ANBIMA revisou as projeções desse índice para maio, de 0,64% para 0,61%, e junho, de 0,45 % para 0,40 %.

Autor: Manoel Junior

Deixe um Comentário

Repetir o Post