Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

Mercado eleva, pela sétima vez, projeção para inflação de 2011

Os analistas do mercado financeiro elevaram novamente, a sua projeção para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo deste ano, cuja estimativa subiu de 5,42% para 5,53%. Esta informação consta do Relatório de Mercado- Focus, divulgada nesta segunda-feira, 24/01 pelo Banco Central.

Com esta é sétima semana consecutiva que o mercado eleva sua estimativa para a inflação deste ano. Para 2012, o mercado projeta elevação de 4,5% para 4,54% para o IPCA.

A política monetária adotada no Brasil é baseada no sistema de metas, onde o Banco Central  atua fixando a taxa básica de juros afim de controlar a liquidez da economia, desta forma mantendo a inflação sobre controle. Para os anos de 2011 e 2012, a meta central de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Assim sendo, o IPCA Índice de Preços ao Consumidor Amplo pode variar entre um intervalo de 2,5% e 6,5% sem que a meta seja descumprida.

Logo, a inflação projetada pelo mercado financeiro para 2011está  do centro meta estabelecida pelo CMN, porém ainda se encontra dentro do intervalo de tolerância.

Taxa de Juros

Com o objetivo de conter as pressões inflacionárias, o Banco Central, iniciou um ciclo de aperto monetário, elevando a taxa básica de juros na semana passada, de 10,75% para 11,25% ao ano. E na avaliação dos analistas do mercado financeiro, a tendência é de novas altas da taxa de juros ao longo do ano. Os analistas do mercado permanecem acreditando em uma Selic ao final de 2011 em 12,25% ao ano, ou seja, um ponto percentual acima do patamar atual. Para 2012, a expectativa dos economistas para a taxa Selic foi mantida em 11% ao ano.

PIB

Os economistas do mercado financeiro mantiveram a sua projeção para o crescimento do PIB – Produto Interno Bruto (PIB) para 2011 em 4,5%. Também para 2012, a estimativa do mercado de crescimento da economia brasileira ficou inalterada igualmente em 4,5%.

O relatório de mercado, Focus, desta semana mantém a expectativa do mercado financeiro em relação a taxa de câmbio para fim de 2011 inalterada em R$ 1,75 por dólar. Para o encerramento de 2012, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio ficou estável em R$ 1,80 por dólar.

Balanço de Pagamentos

A expectativa dos analistas do mercado financeiro para o saldo da balança comercial, que registra a diferença entre exportações menos importações, para 2011 foi elevada de US$ 9 bilhões para US$ 9,27 bilhões.

Para 2012, a expectativa dos analistas para o superávit da balança comercial cresceu de US$ 5,1 bilhões para US$ 5,2 bilhões.

Em relação aos investimentos estrangeiros diretos, a estimativa do mercado para o ingresso em 2011 continuou em US$ 40 bilhões. Para 2012, a estimativa de entrada de investimentos no Brasil permaneceu inalterada em US$ 41 bilhões.

Balanço de pagamentos é um instrumento da contabilidade social referente à descrição das relações comerciais de um país com o resto do mundo. Ele registra o total de dinheiro que entra e sai de um país, na forma de importações e exportações de produtos, serviços, capital financeiro, bem como transferências comerciais.

Existem duas contas nas quais se resume as transações econômicas de um país:

  • a conta corrente, que registra as entradas e saídas devidas ao comércio de bens e serviços, bem como pagamentos de transferência; e
  • a conta de capital, que registra as transações de fundos, empréstimos e transferências.

Deixe um Comentário

Repetir o Post