Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

Mercado reduz projeção para inflação e PIB em 2010

Após três altas consecutivas na taxa básica de juros, Selic, o mercado financeiro acredita que o COPOM – Comitê de Política Monetária do Banco Central, que se reunirá nesta terça e quarta-feiras, deverá votar pela manutenção da SELIC em 10,75% ao ano. A expectativa é baseada em pesquisa feita com os ecomistas de 100 instituições financeiras pela autoridade monetária, e foi divulgada nesta segunda-feira, dia 30 através do Boletim Focus, também conhecido como Focus – Relatório de Mercado.

Conforme o relatório de mercado, a taxa de juros deverá ficar nos atuais 10,75% ao ano até o fim de 2010. Os analistas esperam que o próximo aumento de juros aconteça somente em janeiro de 2011, quando a taxa subiria para 11% ao ano. A expectativa é de que a taxa encerre 2011em 11,50% ao ano.

Inflação

A política econômica do governo é baseada no sistema de metas de inflação, pelo qual o Banco Central deve ajustar os juros com o objetivo de atingir as metas pré-estabelecidas. Para 2010 e 2011, a meta central de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Desta maneira, a inflação pode variar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja descumprida.

A expectativa do mercado financeiro para o IPCA de 2010  caiu na semana passada e ficou em 5,07%. Para 2011, entretanto, a expectativa é de avanço no índice que deve passar de 4,86% para 4,87%. Resumidamente, as estimativas estão acima da meta central de 4,5%, porém dentro do intervalo de tolerância estabelecidos pelo governo.

Crescimento econômico

O mercado financeiro reduziu, a sua estimativa em relação ao crescimento do PIB – Produto Interno Bruto para 2010, com queda de 7,10% para 7,09%. Se ratificada, o crescimento aguardado pelo mercado para 2010 será o maior desde 1986, quando a economia do país avançou 7,49%, segundo dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística disponibilizado pelo BC. Para 2011, a expectativa de crescimento econômico do mercado financeiro continuou estável em 4,5%.

Câmbio

O Boletim Focus desta semana, aponta que a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio para o fim de 2010 permaneceu inalterada em R$ 1,80 por dólar. Para o encerramento de 2011, a estimativa para a taxa de câmbio permaneceu estável em R$ 1,85 por dólar.

Balança comercial

Para 2010 a expectativa dos analistas do mercado financeiro é de superávit da balança comercial, exportações menos importações, em 2010 continuou em US$ 15 bilhões na semana passada.

Para 2011, o BC divulgou nesta segunda-feira que a estimativa do mercado para o saldo da balança comercial caiu de US$ 9 bilhões para US$ 8,18 bilhões de superávit.

Em relação aos investimentos estrangeiros diretos, a expectativa do mercado para o ingresso de divisas em 2010 caiu de US$ 31 bilhões para US$ 30 bilhões. Para 2011, a projeção de entrada de recursos de investimentos no Brasil recuou de US$ 38,2 bilhões para US$ 38 bilhões.

Deixe um Comentário

Repetir o Post