Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em Investimentos

Mercado projeta inflação menor e PIB maior em 2013

O Relatório de Mercado – Focus divulgado hoje, 25/02, revela que os analistas das instituições financeiras reduziram a sua estimativa para o índice oficial de inflação do governo medido pelo IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo. Por sua vez elevaram a estimativa para o crescimento da economia brasileira.

Em relação à inflação, medida pelo IPCA, a estimativa dos economistas do mercado financeiro cedeu de 5,70% para 5,69%.

PIB

Nesta semana, os economistas dos bancos elevaram a sua estimativa para o crescimento da economia brasileira em 2013 de 3,08% para 3,10%. Os analistas das instituições financeiras tem visão diferente da do Ministério da Fazendo em relação ao crescimento da economia para este ano, pois na estimativa da autoridade econômica o PIB brasileiro deverá crescer mais de 4% em 2013. Para o próximo ano, contudo, a projeção dos economistas dos bancos para o crescimento da economia caiu de 3,65% para 3,60%.

Inflação

A inflação medida pelo IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo para 2013 recuou na estimativa dos analistas das instituições financeiras de 5,70% para 5,69%. Para o próximo ano, a projeção dos economistas dos bancos para o IPCA permaneceu em 5,50%.

Em contrapartida, a expectativa dos Top 5, as instituições que mais acertam em suas projeções, a estimativa para o IPCA de 2013 subiu de 5,65% para 5,72%, ou seja, estas instituições estão apostando em uma inflação maior para este ano. Para a inflação de 2014, estas instituições mantiveram a sua estimativa em 5,38%.

Juros

Com a manutenção dos juros no inicio deste ano pelo Copom – Comitê de Política Monetária nos atuais 7,25% ao ano, os economistas do mercado financeiro seguem apostando que a taxa básica de juros deverá ser mantida neste nível, em que pese às declarações do presidente do Banco Central e do Ministro da Fazenda dando conta que o comitê da autoridade monetária poderá elevar os juros já nesta reunião de março, pelo menos até o fim de 2013. Para o próximo ano, a estimativa dos analistas dos bancos para a taxa Selic foi mantida em 8,25% ao ano.

Câmbio

A projeção dos economistas do mercado financeiro para a taxa de câmbio em 2013 recuou de R$ 2,02 para R$ 2,00 por unidade da moeda norte-americana. Para 2014, a projeção dos analistas das instituições financeiras permaneceu em R$ 2,05.

Balanço de pagamentos e IED

O mercado financeiro estima que o saldo positivo da balança comercial brasileira em 2013 permaneça em US$ 15,20 bilhões. Para próximo ano, a estimativa para o superávit comercial ficou em US$ 15,60 bilhões.

Em relação à estimativa de ingresso de IED – Investimento Estrangeiro Direto no Brasil, o mercado financeiro estima que fique em US$ 60 bilhões, neste ano. Para 2014, a projeção dos economistas dos bancos para a entrada de investimentos estrangeiros permaneceu, igualmente, em US$ 60 bilhões.

Deixe um Comentário

Repetir o Post