Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

Mercado reduz pela 4ª semana seguida projeção para PIB em 2012 e 2013

O Relatório de Mercado – Focus divulgado hoje, 10/12, revela que os economistas dos bancos reduziram pela 4ª semana seguida a sua projeção para o crescimento da economia brasileira. O Boletim Focus como é conhecido, nasce da pesquisa que o Banco Central faz junto aos economistas de 100 instituições financeiras na semana anterior ao da divulgação da pesquisa.

A projeção do mercado financeiro para o PIB – Produto Interno Bruto, de 2012 caiu de 1,27% para 1,03%. Para o próximo ano, a estimativa de crescimento também recuou pela 4ª semana seguida, passando de crescimento de 3,70% para 3,50%. Este é um sinal de que o mercado financeiro não crê nas projeções do Governo Federal, de que o PIB deverá crescer acima de 4% em 2013.

Inflação

Os analistas das instituições financeiras elevaram a sua projeção após a divulgação do IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de novembro, que avançou 0,60%, acima da expectativa do mercado.

Para o encerramento de 2012, a projeção do mercado financeiro para o índice oficial de inflação do governo foi elevada de 5,43% para 5,58%. Para o ano que vem a estimativa dos analistas dos bancos para o IPCA permaneceu em 5,40%.

A politica econômica brasileira está centrada no controle da inflação, para tal utiliza o chamado sistema de metas de inflação, que consiste em calibrar os juros para atingir as metas pré-estabelecidas, e o índice de inflação utilizado como base é o IPCA. O centro da meta de inflação estabelecido pelo CMN – Conselho Monetário Nacional para os anos de 2012, 2013 e 2014 é de 4,5%, podendo variar 2 pontos percentuais para mais ou para menos, assim, o IPCA pode variar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja descumprida.

Inflação de curto prazo

Em relação a inflação de curto prazo os analistas do mercado financeiro passaram a acreditar em uma elevação no índice de inflação para dezembro, neste caso o IPCA passaria de 0,52% para 0,54%. Para janeiro os analistas dos bancos trabalham com a expectativa de estabilidade para o índice oficial de inflação, neste caso o IPCA de janeiro ficaria em 0,67%.

Juros

Em que pese algumas instituições financeiras divulgarem durante a semana que acreditam em uma possível mexida nos juros por parte do COPOM – Comitê de Politica Monetária, em virtude dos números da produção industrial e do PIB, os analistas dos bancos mantiveram inalterada a sua projeção para a taxa básica de juros, que foi mantida em 7,25% ao ano. Da mesma forma mantiveram a sua estimativa para a Selic igualmente em 7,25% ao ano para o próximo ano, desta forma o mercado financeiro trabalha com a estabilidade dos juros em 2013.

Câmbio

A estimativa dos analistas do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2012 foi elevada de R$ 2,07 para R$ 2,08 por unidade da moeda norte americana. Para 2013, a projeção foi elevada de R$ 2,06 para R$ 2,08.

Balanço de Pagamentos e IED

A projeção do mercado financeiro para o saldo positivo da balança comercial brasileira neste ano continuou em US$ 20 bilhões, mesmo patamar da semana passada. Para 2013, a estimativa dos analistas dos bancos para o superávit da balança comercial foi elevada de US$ 15,52 bilhões para US$ 15,60 bilhões.

A estimativa para o ingresso de IED – Investimento Estrangeiro Direto na economia brasileira para 2012 permaneceu em US$ 60 bilhões. Para 2013, a projeção para o aporte de recursos estrangeiros no setor produtivo subiu de US$ 59,5 bilhões para US$ 60 bilhões.

Deixe um Comentário

Repetir o Post