Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

Mercado eleva projeção para IPCA neste ano e reduz estimativa de Selic em 2013

O Relatório de Mercado – Focus divulgado nesta segunda-feira, 01/10, revela que os analistas das instituições financeiras elevaram sua projeção para o índice oficial de inflação do governo medido pelo IPCA em 2012, entretanto reduziram a estimativa para o próximo ano.

Na avaliação do mercado financeiro o IPCA deve encerrar 2012 em 5,36%, na semana passada esta expectativa era de 5,35%. Com esta é a décima segunda semana seguida que os economistas dos bancos elevam a sua estimativa para o índice de inflação. Para o próximo ano, a projeção do mercado financeiro para o IPCA caiu de 5,50% para 5,48%.

A reavaliação nas expectativas do mercado financeiro ocorre com base no relatório de inflação do Banco Central, divulgado na semana passada. O documento revela que o Banco Central elevou a sua estimativa para a inflação de 2012, assumindo que o atingimento do centro da meta de inflação que é de 4,50% está comprometido, por outro lado, ratificou sua projeção de convergência para a meta em 2013.

Em relação a inflação de curto prazo os analistas das instituições financeiras elevaram a sua estimativa para o IPCA de setembro de 0,50% para 0,52%, para outubro a projeção foi mantida em 0,50%

Taxa de juros

Os economistas dos bancos mantiveram a sua projeção de que o Copom – Comitê de Política Monetária deverá manter a taxa básica de juros no atual patamar em 2012, ou seja, a Selic deverá ficar em 7,50% ao ano até o fim deste ano. Entretanto, os analistas do mercado financeiro reduziram a estimativa dos juros para o ano que vem.

A projeção apresentada pelo Relatório Focus na semana passada era que a taxa básica de juros da economia encerrasse 2013 em 8,25% ao ano. Contudo, os economistas dos bancos reavaliaram as suas projeções e reduziram a sua expectativa em relação aos juros para 8,00% ao ano em 2012, logo esperam uma alta da Selic de 0,5 ponto percentual no próximo ano.

PIB e cambio

Pela segunda semana seguida os analistas das instituições financeiras mantiveram a sua estimativa para o PIB – Produto Interno Bruto deste ano em 1,57%. Igualmente para o próximo ano, a projeção do mercado financeiro ficou em 4,00% de evolução do Produto Interno Bruto.

Caso se confirme esta expectativa, este será o pior resultado do PIB desde 2009, no auge dos efeitos da crise financeira internacional. Naquele ano, o PIB brasileiro caiu 0,30%.

Os economistas dos bancos mantiveram em R$ 2,00 por unidade da moeda norte-americana a sua estimativa para a taxa de câmbio em 2012. Para o próximo ano, a projeção também não sofreu alteração permanecendo em R$ 2,00.

Balança comercial e IED

Na avaliação dos analistas do mercado financeiro a balança comercial em 2012, deve apresentar saldo positivo de US$ 18 bilhões, número inferior aos US$ 18,04 apresentado na semana passada. Para 2013, a estimativa do mercado financeiro para o saldo positivo da balança comercial brasileira recuou de US$ 14,48 bilhões para US$ 14,20 bilhões.

A estimativa para o ingresso de IED – Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil foi elevada pelos economistas dos bancos de US$ 56 bilhões para US$ 57 bilhões. Para o próximo ano, a projeção do mercado financeiro  para a entrada de investimentos estrangeiros também subiu, saltando de US$ 59 bilhões para US$ 60 bilhões.

Deixe um Comentário

Repetir o Post