Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em Investimentos

Mercado projeta redução do PIB e manutenção dos juros para 2012.

O Relatório de Mercado – Focus, divulgado pelo Banco Central na manhã desta segunda-feira, 26/03, sinaliza que os economistas das instituições financeiras acreditam que a taxa básica de juros, Selic, será reduzida para 9,00% ao ano já na reunião do Copom em abril.  Por sua vez, a estimativa para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de 2012 foi elevada.

A projeção dos economistas do mercado financeiro para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo deste ano foi elevada de 5,27% para 5,28%. Para 2013, a estimativa do mercado financeiro para o índice oficial de inflação do governo permaneceu em 5,50%.

Inflação de curto prazo

Os economistas das instituições financeiras mantiveram a sua estimativa para a inflação do mês de março, medida pelo IPCA, em 0,45% e para abril a projeção foi mantida em 0,50, logo o mercado projeta elevação do índice oficial de inflação.

Taxa de juros e PIB

Na visão dos analistas do mercado financeiro não houve alteração de expectativa em relação a evolução da taxa básica de juros. Os analistas permanecem projetando redução de 0,75 ponto percentual na taxa, neste caso a Selic passaria de 9,75% para 9% ao ano, na próxima reunião do Copom – Comitê de Política Monetária que acontece em abril e encerrar o ano neste patamar. Para o próximo ano, a estimativa foi mantida e 10% ao ano – o que implica em uma elevação da taxa básica de juros para o próximo ano.

Para o crescimento da economia brasileira, medida pela variação do PIB – Produto Interno Bruto, a projeção dos analistas para 2012 recuou de em 3,30% para 3,23% e, já para o próximo ano, a estimativa de crescimento da economia, foi elevada de 4,20% para 4,29%.

Câmbio

O assunto da moda é hoje a taxa de cambio, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim deste ano foi elevada de R$ 1,75 para R$ 1,76 por dólar. Para 2013, a projeção ficou em R$ 1,80 por dólar.

Balanço de pagamentos e IED

A estimativa do mercado financeiro para o saldo da balança comercial para 2012 recuou um superávit de US$ 19,1 bilhões para US$ 19 bilhões.

Para 2013, a projeção dos economistas das instituições financeiras para o superávit da balança comercial brasileira permaneceu US$ 15 bilhões.

A estimativa do mercado financeiro para o ingresso de IED – Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil ficou estável em US$ 55 bilhões, em 2012. Para o ano que vem a projeção dos analistas para a entrada de investimentos estrangeiros diretos recuou de US$ 58,3 bilhões para US$ 55 bilhões.

Deixe um Comentário

Repetir o Post