Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em Investimentos

julho 10th, 2013

Copom deve elevar Selic para 8,50% ao ano

Após a alta na taxa de juros nas duas últimas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) a expectativa do mercado é que uma nova elevação seja decidida na reunião que termina hoje.

Na última reunião do Copom – Comitê de Politica Monetária, realizada em maio deste ano, a taxa básica de juros da economia foi elevada para 8,00% ao ano, uma alta de 0,50 ponto percentual – maior que a anterior, de 0,25 ponto percentual. Grande parte do mercado trabalha com a expectativa de uma nova elevação de 0,50 ponto percentual.

Esperamos que o Banco Central mantenha sua afirmação de que vai “continuar o ajuste na taxa básica de juros”, desta forma, sinalizando que a elevação da taxa básica de juros da economia brasileira deve prosseguir nas próximas reuniões.

A desvalorização do real e o risco de inflação acima da meta indicação sugere que a alta da Selic poderia ser maior, cerca de 0,75 ponto percentual. Entretanto, outras variáveis levam a crer que a autoridade monetária seja mais conservadora e aumente os juros em 0,50 p.p. Uma parte do mercado entende que os dados recentes da economia apresentaram números bastante negativos em relação à atividade econômica e a inflação.

Por outro lado, outra corrente entende que o Banco Central não deve alterar o ritmo de alta da taxa de juros em função do elevado grau de incerteza em relação ao cenário externo e um possível impacto recessivo da recente agitação dos mercados financeiros sobre a atividade econômica brasileira.

O Relatório de Mercado – FOCUS, desta semana, revela que a maioria dos analistas das instituições financeiras trabalha com a hipótese de a Selic encerrar 2013 em 9,25% ao ano, mas existe outra corrente que já sinaliza com uma taxa em torno de 9,75% ao ano.  Entendemos que a autoridade monetária mantenha o atual ritmo na condução da politica monetária, logo esperamos que a Selic encere 2013 na casa de 9,25% ao ano. Portanto, dados as incertezas, a recomendação ainda é de cautela e proteção.

A ata do Copom da reunião iniciada em 09/07 e que será encerrada hoje será divulgada na semana que vem provavelmente no dia 18/07. A próxima reunião do comitê do Banco Central acontecerá nos dias 27 e 28 de agosto.