Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

junho, 2012

Mercado financeiro reduz pela 5ª semana seguida a estimativa para IPCA de 2012

O Relatório de Mercado – Focus divulgado hoje, 18/06, pelo Banco Central, revela que os analistas das instituições financeiras reduziram pela quinta semana seguida à estimativa para o índice oficial de inflação do governo.  Da mesma forma, o mercado financeiro reduziu também, sua projeção para o crescimento da economia brasileira medido pelo  PIB –  Produto Interno Bruto para 2012.

Na avaliação dos economistas das instituições financeiras o PIB para 2012 deve recuar de 2,53% para 2,30%. Caso se confirme, este será o pior resultado desde 2009, nesta época, a economia brasileira registrou crescimento negativo de 0,6%. Para o próximo ano, a projeção do mercado financeiro para o crescimento da economia retrocedeu de 4,30% para 4,25%.

Inflação

A estimativa dos analistas dos bancos para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de 2012 recuou de 5,03% para 5%. Para 2013, a estimativa igualmente recou, só que neste caso de 5,60% para 5,54%.

Em relação à inflação de curto prazo os analistas dos bancos reduziram mais uma vez a projeção do IPCA para o mês de junho de 0,23% para 0,21%. Por sua vez, mantiveram a estimativa de inflação para julho em 0,20%.

Juros e cambio

Com o recuou da inflação, os economistas do mercado financeiro passaram a acreditar em uma atuação mais agressiva por parte da autoridade monetária em relação a administração da taxa de juros para 2012. Hoje, a taxa Selic está em 8,5% ao ano. Para 2012, a projeção dos analistas do mercado caiu de 8% para 7,5%. Para o próximo ano, a estimativa permaneceu  em 9% ao ano.

Para a taxa de cambio de 2012, o mercado financeiro elevou a sua projeção para o fim de 2012 de R$ 1,90 para R$ 1,95. Para 2013, a estimativa foi elevada de R$ 1,88 para R$ 1,90.

Balanço de pagamentos e IED

Os economistas dos bancos mantiveram a sua estimativa para o saldo positivo da balança comercial em 2012 em US$ 20 bilhões. Para 2013, a projeção do mercado financeiro para o superávit da balança comercial ficou em US$ 15 bilhões.

Já em relação ao ingresso de IED – Investimento Estrangeiro Direto em  2012, a expectativa do mercado permaneceu em US$ 55 bilhões. Para 2013, a projeção dos economistas das instituições financeiras para a entrada de investimentos estrangeiros diretos foi elevada de US$ 59,4 bilhões para US$ 60 bilhões.

Mercado reduz projeção para PIB em 2012

O Relatório de Mercado – Focus, divulgado pelo Banco central do Brasil, divulgado hoje, 11/06, mostra que pela os economistas das instituições financeiras reduziram pela 5ª vez consecutiva, a sua estimativa para o crescimento da economia  medido pelo PIB – Produto Interno Bruto para 2012.

O mercado reduziu de 2,72% para 2,53% a estimativa para o crescimento da economia brasileira neste ano, o que reflete, caso se confirme, a desaceleração da economia em relação ao ano passado.

A expectativa dos agentes do mercado financeiro para o índice oficial de inflação medido pelo IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo caiu de 5,15% para 5,03%. Para 2013, a projeção continuou em 5,60%. Com a divulgação do IPCA de maio, abaixo da expectativa, os analistas dos bancos reduziram a sua projeção. Com a divulgação do IPCA pelo IBGE no dia, 06/06, índice apresentou variação de 0,36% em maio, contra 0,64% de abri.

Inflação de curto prazo.

Em relação a inflação de curto prazo, o mercado financeiro reduziu a sua estimativa para o IPCA de junho, de 0,25% para 0,23%. Para o índice de inflação oficial do governo, para o mês de julho, os analistas dos bancos mantiveram inalterada sua estimativa em 0,20%.

Taxa de juros e cambio

Na última reunião o Copom, no final de maio, reduziu a Selic de 9% para 8,5% ao ano. Com isso a estimativa dos analistas do mercado financeiro ficou em 8% ao ano para 2012. Com Isso o mercado estima um novo corte de 0,5 ponto percentual na reunião que acontece nos dias 10 e 11 de. Para 2013, entretanto, a estimativa cedeu de 9,38% para 9% ao ano. Isso significa que o mercado projeta uma elevação 1,0 ponto percentual para o próximo ano.

A estimativa do mercado financeiro para a taxa de câmbio em 2012 ficou em R$ 1,90 por dólar. Para 2013, a projeção foi elevada de R$ 1,87 para R$ 1,88 por dólar.

Balanço de pagamentos e IED

Os analistas do mercado financeiro mantiveram inalteradas as projeções para o saldo positivo a balança comercial brasileira em 2012, com isso a projeção ficou em US$ 20 bilhões. Para 2013, a projeção do mercado para o superávit da balança comercial permaneceu em US$ 15 bilhões.

Para 2012, a estimativa para o ingresso dos IED – Investimento Estrangeiro Direto no Brasil subiu de US$ 55,05 para 55,10% bilhões. Para 2013, a projeção dos economistas dos bancos para o ingresso de investimentos estrangeiros diretos foi elevado dos US$ 59 bilhões para US$ 59,4 bilhões.

Mercado reduz projeção para a inflação e PIB em 2012

O Relatório de Mercado – Focus, divulgado hoje, 04/06, pelo Banco Central revela que os analistas das instituições financeiras reduziram a sua projeção para o crescimento da economia medido pelo PIB – Produto Interno Bruto deste ano de 2,99% para 2,72%. Por sua vez, para 2013, a estimativa para o crescimento da economia permaneceu em 4,5%.

Esta redução na projeção do crescimento econômico leva a expectativa para o mesmo nível de crescimento apresentado no ano passado, ou seja, 2,7%.  Por sua vez O ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarou, em entrevista coletiva na última semana, que o Brasil acelerará a taxa de crescimento neste ano – mesmo assombrado pelos efeitos da crise financeira internacional. Hoje, a projeção do Ministério da Fazenda para o crescimento da economia em 2012 é de 4,0%.

Por sua vez, o mercado financeiro vem reduzindo a estimativa para o crescimento do PIB para 2012 já a 4 semanas, porem na última sexta-feira, 01/06, o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, ratificou esta expectativa, com a divulgação do resultado do PIB no primeiro trimestre deste ano. Os números mostram que a economia brasileira cresceu apenas 0,2% nos três primeiros meses de 2012, em comparação ao último trimestre de 2011.

Inflação e cambio

A projeção dos analistas das instituições financeiras para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de 2012 recuou de 5,17% para 5,15%. Para o próximo ano, a estimativa do mercado para a variação do índice oficial de inflação permaneceu em 5,60%.

Da mesma forma, os analistas dos bancos reduziram de 0,47% para 0,46%, a sua estimativa para a inflação medida pelo IPCA para o mês de maio. Para o mês de junho, os analistas do mercado mantiveram a sua projeção em 0,25%.

A estimativa do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2012 continuou em R$ 1,90. Para 2013, a projeção foi elevada de R$ 1,85 para R$ 1,87 por unidade da moeda norte-americana.

Taxa de juros

Com a redução da taxa básica de juros pelo Copom – Comitê de Politica Monetária, de 9% para 8,5% ao ano na semana passada, a estimativa do mercado financeiro foi mantida em 8,0% ao ano para 2012. Isso sinaliza que o mercado espera um novo corte de 0,5 ponto percentual até o fim do ano. Para o próximo ano, contudo, o mercado financeiro continua projetando elevação para a Selic, porém a estimativa recuou de 9,5% para 9,38% ao ano.

Balanço de Pagamentos e IED

Os economistas dos bancos projetam estabilidade para o superávit da balança comercial brasileira para este ano, neste sentido a projeção permaneceu em US$ 20 bilhões. Para 2013, a estimativa do mercado financeiro para o resultado positivo da balança comercial brasileira permaneceu inalterado em US$ 15 bilhões.

A projeção para o ingresso de IED – Investimento Estrangeiro Direto no Brasil em 2012 permaneceu em US$ 55 bilhões. Para o próximo ano, a estimativa dos economistas dos bancos para a entrada de investimentos estrangeiros diretos foi elevada de US$ 58,3 bilhões para US$ 59 bilhões.