Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em Investimentos

maio 7th, 2012

Mercado reduz projeção para Selic para 8,5% ao ano.

A segunda edição do Relatório de Mercado – Focus, após a ata do Copom mostra que, como havíamos antecipado, os analistas das instituições financeiras reduziram de 9,0% para 8,5% ao ano sua projeção para a taxa básica de juros da economia para o fim de 2012. O mercado estima que esta redução deva acontecer já na próxima reunião do Copom – Comitê de Política Monetária.

Como a confirmação desta expectativa, esta será o menor nível atingido pela Selic na historia econômica brasileira. Para 2013, o mercado financeiro mantém a sua projeção para a Selic em 10,00% ao ano, ou seja, é aguardada uma elevação da taxa básica de juros para o próximo ano.

A autoridade monetária, na ata,  após a última reunião do Copom, alterou seu discurso e a reboque informou que “qualquer movimento de flexibilização monetária adicional deve ser conduzido com parcimônia (moderação)”. Assim sendo, o Banco Central deu condições para que haja  novas reduções na taxa básica de juros. Outro fator que contribuiu para a mudança na expectativa do mercado foi à alteração, promovida pelo governo, nas regras de calculo da caderneta de poupança.

Inflação e cambio

Os economistas dos bancos mantiveram inalterada em 5,12% a sua estimativa para o IPCA- Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de 2012. Para o próximo ano, a projeção do mercado para o IPCA foi elevada de 5,53% para 5,56%.

Por sua vez, a estimativa dos analistas do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim deste ano foi elevada de R$ 1,80 para R$ 1,81 para cada unidade da moeda norte americana. Para, a projeção do mercado também subiu de R$ 1,80 para R$ 1,81.

Inflação de curto prazo

O mercado financeiro elevou a sua estimativa para a inflação medida pelo IPCA mês de abril, de 0,57% para 0,58%, por outro lado manteve em 0,70% a estimativa para o IGP-DI. O IGP-M de abril ficou em 0,85%, bem acima das estimativas do mercado. Para o mês de maio, os analistas dos bancos mantiveram a projeção para o IPCA em 0,50%, para o IGP-DI em 0,43% e para i IGP-M em 0,46%.

Crescimento econômico

Para o crescimento da economia brasileira medido pelo PIB – Produto Interno Bruto, o mercado elevou a sua estimativa para 2012 de 3,22% para 3,23%. Para o ano que vem a projeção para o crescimento da economia, permaneceu em 4,30%.

Balanço de pagamentos

Os analistas das instituições financeiras estimam que o superávit da balança comercial brasileira para este ano deva de US$ 19,20 bilhões para US$ 19,22. Para 2013, a projeção do mercado financeiro para o superávit da balança comercial brasileira foi elevada de US$ 14,5 bilhões para US$ 14,7 bilhões.

Para 2012, a estimativa de entrada de IED – Investimentos Estrangeiros Diretos no Brasil subiu de US$ 56,4 bilhões para US$ 56,7 bilhões. Para 2013, a projeção do mercado financeiro, para o ingresso de investimentos estrangeiros na produção subiu de US$ 55,7 bilhões para US$ 56,4 bilhões.