Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

fevereiro 1st, 2011

BTG compra fatia de Silvio Santos no PanAmericano e assume controle do banco

SÃO PAULO – Colocando fim aos rumores que rondaram o mercado nos últimos dias e se intensificaram nesta segunda-feira (31), o BTG Pactual confirmou na noite de ontem a aquisição, por R$ 450 milhões, da parcela do Grupo Silvio Santos no capital do Banco PanAmericano (BPNM4).

Assim, o banco de André Esteves passa a deter 37,64% do capital do PanAmericano, com 51% das ações ordinárias, o que representa o controle do PanAmericano, e 21,97% das preferenciais. O BTG Pactual firmou acordo de acionistas com a Caixa Econômica Federal, que manterá sua participação de 36,56%.

De acordo com o comunicado do BTG, “na data da conclusão do negócio, será realizada uma Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPA) aos minoritários nas mesmas condições oferecidas ao acionista controlador pelo preço de R$ 4,89 por ação.” O valor representa um prêmio de 14,79% sobre a cotação de fechamento da ação neste pregão, R$ 4,26.

Caixa comprará direitos creditórios e aplicará em DIs do PanAmericano

O comunicado diz ainda que a Caixa, ao reiterar “seu compromisso de manutenção da parceria estratégica com o Banco PanAmericano”, fechou um acordo de cooperação através do qual adquirirá direitos creditórios e aplicará em DIs (Depósitos Interfinanceiros) do PanAmericano, contribuindo, desta forma, com as futuras atividades do banco.

Além disso, o PanAmericano e a Caixa ampliarão a oferta de produtos e serviços financeiros, utilizando seus canais de distribuição.

Com o PanAmericano, BTG atuará em produtos e crédito para o varejo

“A aquisição representará a criação de uma quarta linha de negócios para o Banco BTG Pactual no Brasil. O PanAmericano será uma plataforma independente de distribuição de produtos e crédito para o varejo”, disse André Esteves, CEO do BTG, na nota emitida ao mercado, fazendo referência às três atuais áreas de negócios do banco: Investment Banking, Asset Management e Wealth Management.

“A Caixa, com sua capilaridade e longa tradição no varejo, e o BTG Pactual são parceiros complementares. Esta associação trará consigo um potencial enorme de originação de negócios, além de criação e distribuição de produtos”, acrescentou Esteves.

Por InfoMoney

http://dinheiro.br.msn.com/mercado/artigo.aspx?page=0&cp-documentid=27494174