Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

novembro 16th, 2010

RENDA FIXA

RENDA FIXA – FIDC

RENDA VARIÁVEL – AÇÕES

RENDA VARIÁVEL – MULTIMERCADO

O mercado hoje

Os mercados de ações iniciam o dia com quedas: Londres -1,15%; França -1,14% e Alemanha -0,47%. O euro, por sua vez, mostra valorização de 0,07%, sendo cotado a US$ 1,3595/€.

Na Ásia dia de quedas paras as bolsas locais: Nikkei -0,31%; Shangai -3,98% e Hong Kong -1,39%.

Investidor, de olho na crise européia, aguarda os dados para definir melhor sua estratégia para o dia. Neste momento, S&P e D&J mostram quedas de 0,57% e 0,58%, respectivamente.

No mercado de moedas, o dólar index permanece estável, reflexos das incertezas que marcam o dia de hoje. O petróleo recua 0,91%, cotado a US$ 84,10/barril e o índice CRB mostra valorização de 0,80%.

No mercado brasileiro, é provável que o Ibovespa acompanhe a tendência ditada pelas bolsas internacionais, registrando algumas perdas no dia de hoje. 

O cenário esboça um ambiente de maior aversão ao risco nesta manhã.

Mercado espera inflação maior para 2010 e 2011

A edição do Relatório de Mercado – Focus divulgada hoje, 16/11,  pelo Banco Central mostra que os analistas do mercado financeiro  elevaram, na última semana, as suas projeções para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de 2010, que subiu deu de 5,31% para 5,48%.

Com esta é a sétima semana consecutiva de aumento da estimativa. Para 2011, a expectativa do mercado financeiro para o IPCA foi elevada de 4,99% para 5,05%.

Taxa de juros

Após manutenção dos juros em 10,75% ao ano na penúltima reunião do ano, o Copom – Comitê de Política Monetária  do Banco Central igualmente não deve promover alteração na taxa básica de juros na reunião de dezembro, conforme expectativa  do mercado financeiro.

Sendo assim, a taxa de juros  deve encerrar 2010 em 10,75% ao ano, avaliam os economistas das instituições financeiras. O mercado prossegue crendo em uma elevação da taxa Selic para 12% ao ano no decorrer de 2011. Isto representa uma elevação em relação à semana retrasada, quando o mercado esperava que os juros encerrassem 2011 em 11,75% ao ano.

Crescimento econômico
Os analistas do mercado financeiro mantiveram, na última semana, as suas projeções para o crescimento do  PIB – Produto Interno Bruto de 2010 em 7,60%. Se ratificada, será a maior crescimento da economia  desde 1985 (7,85%). Para 2011, a expectativa de crescimento da economia brasileira foi conservada em 4,5%.

Taxa de câmbio

A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2010 se manteve em R$ 1,70 por dólar. Para o encerramento de 2011, entretanto, a estimativa do mercado financeiro para a taxa de câmbio recuou de R$ 1,77 para R$ 1,75 por dólar.