Telefone: 13 3878-8400  |  E-mail: consultoria@creditoemercado.com.br

Consultoria em InvestimentosConsultoria em Investimentos

novembro 3rd, 2010

Renda Variável – Rentabilidade na Semana

FIDC – Rentabilidade na Semana

 

Fundos Multimercado – Rentabilidade na Semana

Fundos de Renda Fixa – Rentabilidade na Semana

O mercado hoje

Na Europa, Londres opera em ligeira alta (+0,07%), enquanto a França e Alemanha registram valorizações de 0,36% e 0,25%, respectivamente . Na Ásia, a bolsa japonesa não funcionou por conta do feriado local, enquanto a China registrou queda de 0,47% e Hong Kong apresentou valorização de 2,0%. Os futuros do S&P e D&J flutuam muito próximo à estabilidade: +0,08% e +0,09%, respectivamente.

No mercado de moedas, o dólar index registra pequena queda (-0,07%), neste momento, enquanto o euro é cotado a US$ 1,4046/€, com valorização de 0,09%. O Iene é cotado a ¥80,79/$, com variação de -0,20%. No mercado de commodities o petróleo WTI é cotado a US$ 84,45/barril, com alta de 0,65%.

No mercado de câmbio, espera-se pela apreciação do real, acompanhando a provável tendência de queda da moeda americana no dia de hoje. Para o mercado de juros, espera-se certa estabilidade na curva futura.

Espera-se por um dia positivo para o Ibovespa, que também atuará na defensiva à espera do anúncio do Fed.

Mercado projeta inflação e crescimento maiores para 2010

O Relatório de Mercado – Focus, divulgado pelo Banco Central, nesta segunda, 01/11, mostra que os analistas do mercado financeiro esperam uma elevação em sua estimativa para o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo para 2010, que cresceu de 5,27% para 5,29%.

Com esta, é à sétima semana consecutiva de alta na expectativa de elevação do índice de inflação oficial do governo. Concomitantemente, a estimativa do mercado financeiro para o IPCA de 2011 subiu de 4,98% para 4,99%.

A política monetária brasileira é baseada no controle da inflação. Deste modo o CMN – Conselho Monetário Nacional fixa a meta a ser alcançada e o Banco Central tem de alterar os juros para atingir as metas pré-estabelecidas. Para 2010 e 2011, a meta de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

Juros

Posteriormente a manutenção dos juros em 10,75% ao ano em sua última reunião o COPOM –  Comitê de Política Monetária do Banco Central também não deve alterar a taxa básica em sua última reunião que ocorrerá em dezembro deste ano.

Portanto, a Selic deve encerrar 2010 estável em 10,75% a.a., conforme  as projeções do mercado financeiro. Os analistas acreditam, porém, que a taxa Selic possa ser elevada para 11,75% ao ano ao longo de 2011.

PIB

Os analistas das instituições financeiras consultados pelo banco Central  elevaram mais uma vez, na semana passada, as suas projeções para a elevação do PIB – Produto Interno Bruto deste ano de 7,55% para 7,60%. Caso se conforme, será o maior crescimento econômico desde 1985 (7,85%). Para 2011, a expectativa do mercado para o crescimento da economia brasileira foi mantida em 4,5%.

Câmbio

Os economistas das instituições financeiras pesquisadas pelo Banco Central mantiveram em R$1,70 por unidade da moeda norte-americana, sua expectativa para a taxa de câmbio no fim de 2010. Para o encerramento de 2011, a expectativa dos analistas para a taxa de câmbio cedeu de R$ 1,79 para R$ 1,78 por dólar.

Contas Externas

Os economistas do mercado financeiro mantiveram em US$ 16 bilhões para o superávit da balança comercial, exportações menos importações.

Para 2011, a estimativa dos analistas do mercado, divulgada pelo Bacen, nesta segunda-feira para o saldo da balança comercial é de recuo de US$ 9 bilhões para US$ 8 bilhões de superávit.

No tocante aos investimentos estrangeiros diretos, a projeção do mercado para o ingresso de 2010 foi mantida em US$ 30 bilhões. Para 2011, a projeção de entrada de investimentos no Brasil subiu de US$ 36 bilhões para US$ 37 bilhões.